18 abril 2007

Pra abranguer a vergonza do mundo

Pra abranguer a vergonza do mundo,
digo Irak e basta.

Etiquetas: ,

3 Comentarios:

Anonymous náufrago said...

Sempre certeiro, Celso Emilio. O outro día recitei ese poema e pedinlle ao público que mudase Vietnam por Iraq.

10:23 da tarde  
Blogger bouzafria said...

O que demostra que a poesía- neste caso lamentablemente - é atemporal.

10:27 da tarde  
Blogger O Raposo said...

Eu mais ben diría: digo Iraq e sobra.

12:30 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home